2 de novembro de 2009

Marcos

Alimentos que melhoram a TPM


É revelador observar a grande freqüência de mulheres que procuram os consultórios médicos referindo vários desconfortos que surgem todos os meses. Surpreendentemente, existem descritos mais de 150 sintomas relacionados à Tensão Pré-Menstrual (TPM) incluindo os psicológicos, os físicos e os comportamentais. Entre as queixas referidas é comum serem percebidos nervosismo, perda da auto-estima, enxaqueca, dores nas mamas, distensão abdominal, inchaço no corpo, aumento de peso, calores, náuseas, desmaios, fraqueza, esquecimento, aumento ou diminuição da libido, alteração do apetite, distúrbios do sono (aumento ou diminuição), isolamento das atividades sociais e profissionais.

As principais características dos sintomas da TPM é que eles aparecem geralmente uma ou duas semanas antes das menstruações e somem completamente durante o período de sangramento. Estima-se que aproximadamente 90% das mulheres no período reprodutivo apresentem algum tipo de sintoma durante os dias antecedentes às menstruações. Dependendo do tipo e da intensidade, esses sintomas podem comprometer o bem-estar feminino com repercussões na família ou no meio social em que vive a mulher.

Até o momento, a medicina ainda não estabeleceu a causa da tensão pré-menstrual, embora seja sugestivo que pequenas oscilações nos níveis sanguíneos dos hormônios estrogênio e progesterona possam desencadear os sintomas. Possivelmente, a deficiência de serotonina esteja relacionada com o mecanismo de alguns sintomas depressivos da TPM. Essa substância é importante na regulagem do comportamento individual que melhora o humor e o sentimento de alegria. Além disso, algumas evidências sugerem o envolvimento das deficiências de cálcio e de magnésio com o aparecimento de sintomas físicos e emocionais.

Em aproximadamente 5% das mulheres em fase reprodutiva, nas quais os sintomas da depressão, ansiedade, raiva e irritabilidade são muito intensos, caracteriza outra disfunção chamada distúrbio disfórico pré-menstrual – um tipo de TPM, digamos, mais grave. Nesses casos a desordem psíquica associada aos sintomas da TPM é mais intensa, necessitando acompanhamento psiquiátrico.

Como existe ampla variação na intensidade dos diferentes sintomas, o tratamento deve ser sempre individualizado e existem naturalmente várias medicações que podem ser utilizadas. Dependendo de cada situação, fazer uso de suplementos com cálcio, magnésio, vitamina B6 e vitamina E. Outros recursos terapêuticos podem ser necessários, como o uso de diuréticos, danazol, pílulas anticoncepcionais, antiinflamatórios não-esteróides, fluoxetina, ansiolíticos e antidepressivos.

Apesar das várias medicações disponíveis para o tratamento da TPM uma dica importante para a mulher que quiser melhorar os sintomas da TPM é mudar os hábitos de vida. Por exemplo, a alimentação inadequada contribui para o aparecimento de distensão abdominal, náuseas, inchaços nos corpo, dores nas mamas, alterações do humor e outras queixas. Por essa razão, o ideal é procurar fazer refeições mais freqüentes, com menor quantidade de comida para facilitar à digestão e ingerir alimentos mais leves, com teor reduzido de gordura saturada e sal. A escolha do cardápio deve privilegiar a presença de alimentos ricos em carboidratos compostos, como frutas, vegetais e grãos.

O uso de nutrientes com alta concentração de magnésio também é benéfico para quem tem TPM. Sendo assim, toda ênfase deve ser dada para o consumo de feijão, soja, lentilha, ervilha e vegetais de folhas verdes escuras, incluindo agrião, espinafre e rúcula. Outros tipos de alimentos favoráveis são os grãos, como aveia, granola, arroz e farinha de trigo integral. Da mesma maneira, peixe, carne branca em geral e derivados com alto teor de cálcio, como leite desnatado e queijo magro, não podem faltar na dieta. Ao contrário, além da gordura saturada e do sal, o consumo de cafeína, refrigerantes, álcool, açúcar e fumo devem ser evitados ao máximo.

Além da alimentação adequada, o exercício físico tem efeitos notáveis sobre as emoções das mulheres, contribuindo para a melhora da TPM. Um detalhe importante: o efeito positivo é maior quando o exercício físico é praticado durante 30 a 60 minutos por pelo menos quatro dias na semana. Nessa freqüência, a principal diferença observada é a redução da fadiga e da tristeza, melhora do humor e aumento do tônus muscular, que ajuda na redução de peso. Outra tática para amenizar esses sintomas é praticar relaxamento muscular, bem como exercícios respiratórios, meditação e Yoda.

O controle da TPM é, portanto, perfeitamente possível, desde que seja feito com auxílio médico e avaliação periódica, adequada e constante. Isso dará direcionamento ao tratamento e permitirá à mulher se beneficiar com a melhora dos sintomas.

José Alexandre Portinho
Médico Nutrólogo da ABRAN – Associação Brasileira de Nutrologia
Fonte: Mulher Saúde

Outros artigos:
Mitos e verdades sobre hidratação dos cabelos
Condicionadores
A incontinência urinária é um tabu?
Mudanças no corpo, transição, puberdade... Como ocorre o desenvolvimento no adolescente?
Sangramento Uterino Anormal - Avanços no Diagnóstico e no Tratamento
Dor no ato sexual na mulher pode causar separação
Está na hora - primeira visita ao ginecologista
Os cuidados da mulher dos 20 aos 70 anos
O problema começa quando a folia termina Saúde
Cirurgias menos invasivas e custo reduzido - Avanços tecnológicos democratizam os serviços médicos
Falta de desejo sexual pode estar ligada a retirada do útero
Endometriose
Como tratar as hemorragias na menstruação
Por que é importante fazer o preventivo ginecológico
20% das mulheres brasileiras não tem mais útero
Mulher sofre mais de DST que o homem
Os dez mandamentos para uma vida saudável
A cirurgia do século XXI
A doença da mulher moderna
A escolha do médico
Brasil tem mais de meio milhão de adolescentes grávidas
Alimentos que melhoram a TPM
Como fazer água sanitária
Como fazer amaciante de roupas
Como fazer álcool em gel
O Transtorno Obsessivo-Compulsivo
Homens impotentes e diabete
O Namoro pela Internet
Relacionamentos no contexto da inclusão econômica
Riscos do tratamento hormonal em mulheres
Cuidado com os Medicamentos durante a gravidez
O exame da retina reduz cegueira em diabéticos
A paralisia facial exige tratamento rápido
Sexo - Sexualidade está presente em todos os aspectos de nossa vida
Pesquisa - relação entre diabetes mellitus e saúde bucal
Pesquisa - AIDS e Saúde mental
Bebês - Aprovada obrigatoriedade de exame de vista em recém-nascido
Bebês - Teste da orelhinha é importante para a saúde da criança
Cérebro - Estresse pode causar morte de células cerebrais
Novo teste pré-natal determina se feto tem síndrome de Down
Equoterapia: mais saúde a cada galope
Pesquisas - Galanina pode combater a esclerose múltipla
Medicamentos - Talidomida pode ter feito novas vítimas no Brasil
Saúde mental – dicas importantes
Pesquisas - possível alvo para tratamento do autismo
Como fazer sachê perfumado
Curiosidades interessantes
Como reduzir a celulite
Prevenindo o aparecimento de estrias
Como conversar a respeito dos gastos financeiros no relacionamento
As diferenças entre homens e mulheres
Relacionamento homem e mulher
Vida sexual - Palavras suaves e excitação feminina
fases da vida na juventude

Marcos

About Marcos -

Author Description here.. Nulla sagittis convallis. Curabitur consequat. Quisque metus enim, venenatis fermentum, mollis in, porta et, nibh. Duis vulputate elit in elit. Mauris dictum libero id justo.

Subscribe to this Blog via Email :

Deixe aqui o seu comentário!